top of page
Entrevista – Brazil Water Week 2024: coordenador Nivaldo Rodrigues fala sobre o tema 2 “Tratamento
de esgoto/ETES sustentáveis”

03/06/2024

Entrevista – Brazil Water Week 2024: coordenador Nivaldo Rodrigues fala sobre o tema 2 “Tratamento de esgoto/ETES sustentáveis”

Foto: ABES

O superintendente de Desenvolvimento Operacional da Sabesp divide a coordenação desta temática com Gustavo Posseti, gerente de Pesquisa e Inovação da Sanepar e coordenador da CT Tratamento de Esgoto da ABES. 

A Brazil Water Week – Semana da Água do Brasil 2024 começa nesta segunda-feira, 3 de junho, reunindo mais de  100 palestrantes para discutir questões sobre água e saneamento, contempladas em oito grandes temáticas. Nivaldo Rodrigues da Costa Junior, superintendente de Desenvolvimento Operacional da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), é o coordenador do tema 2 “Tratamento de esgoto/ETES sustentáveis”, ao lado de Gustavo Posseti, gerente de Pesquisa e Inovação da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e coordenador da Câmara Temática de Tratamento de Esgoto da ABES. 

O mais importante evento internacional de discussão de água e saneamento realizado no país é uma iniciativa da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) e acontece de forma 100% online, em plataforma digital exclusiva e interativa até sexta-feira (7). A Cerimônia de Abertura será acessível ao público. Assista pelo canal da ABES no YouTube.

O tema 2 tem como objetivo iluminar um assunto estratégico para as empresas que atuam no setor, sejam elas nacionais ou internacionais, que é o tratamento do esgoto sanitário.

Nivaldo, explica que, para alavancar o conceito de ETES sustentáveis, “a mudança da abordagem nas Estações de Tratamento de Esgoto, migrando de economia linear para economia circular, tem papel central para os avanços da universalização dos serviços de saneamento e na eficientização das operações”. 

Confira a entrevista:

Portal ABES Notícias – Como você vê a importância do Brazil Water Week para o setor saneamento e meio ambiente?

Nivaldo Rodrigues – A Brazil Water Week é um evento de grande importância para o setor saneamento pois é um grande momento de troca de experiências em que é possível compartilhar como os desafios da universalização dos serviços de saneamento e da operação dos sistemas instalados estão sendo superados em diferentes locais do mundo, com diferentes realidades.

Portal ABES Notícias – O que o BWW está trazendo de novidade nesta edição para dentro do seu tema?

Nivaldo Rodrigues – Neste ano, o tema tratamento de esgotos traz de novidade a abordagem em três sessões, que se completam e propiciam a discussão sobre a sustentabilidade nas Estações de Tratamento de Esgoto, com a introdução de novas tecnologias que alavancam a economia circular.

Portal ABES Notícias  – De que forma a Economia Circular pode alavancar o conceito de ETEs Sustentáveis que será abordado no painel?

Nivaldo Rodrigues – Transformar resíduos naturalmente oriundos dos processos de tratamento em recursos que podem ser inseridos na cadeia produtiva propicia um novo olhar para o tratamento de esgoto, inserindo de forma definitiva a economia circular e a sustentabilidade no processo.

Portal ABES Notícias – Como está sendo o desafio de coordenar o Tema 2 do evento?

Nivaldo Rodrigues – Dada a importância do Brazil Water Week para o setor saneamento, coordenar o tema tratamento de esgoto, tem sido um grande prazer. Particularmente, trabalho com este tema já faz algum tempo e tenho observado as grandes evoluções e seu fortalecimento ano após ano, seja pelo benefício ambiental que o  tratamento de esgoto traz para a sociedade, com a melhoria da qualidade dos rios e com a redução das emissões de gases de efeito estufa, seja pelos critérios de sustentabilidade agregados por intermédio da economia circular, tudo isso potencializado com a introdução de novas tecnologias.

Compartilhar experiências nacionais e internacionais sobre o tema, com certeza propiciará otimizar os caminhos rumo à universalização dos serviços de saneamento, trazendo mais eficiência aos processos operacionais.

Além disso, a rede que se forma em eventos como o Brazil Water Week, fortalece o setor de saneamento, deixando cada vez mais global.

bottom of page